Actualidade

Hospitais vivem em "estrangulamento de tesouraria" e fazem "esforço inglório" - relatório

10 | 10 | 2018   00.00H

Os hospitais públicos vivem em "estrangulamento de tesouraria", com um endividamento crónico e a fazer um "esforço inglório" para manter níveis adequados de prestação de serviços, concluiu um relatório realizado por um conjunto de peritos portugueses.

O relatório final do projeto 3 F - Financiamento, Fórmula para o Futuro vai ser hoje apresentado em Lisboa e contém um conjunto de dez recomendações para melhorar o modelo de organização e de financiamento do Serviço Nacional de Saúde.

O documento recorda que o período da 'troika' motivou uma "forte restrição da despesa pública" cujas medidas resultaram numa "suborçamentação da saúde", com "estrangulamento de tesouraria" nos hospitais, que vivem dependentes da decisão do poder ministerial.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE