Actualidade

Guiné Equatorial comemora meio século de independência, entre opressão e desenvolvimento

11 | 10 | 2018   11.05H

A Guine Equatorial comemora sexta-feira 50 anos de independência face a Espanha, meio século de regimes autoritários criticados pela comunidade internacional, mas marcado por milhões gastos em obras públicas.

Na véspera das comemorações oficiais, embaixador em Lisboa da Guiné Equatorial, Tito Mba, considera que o país tem tido um percurso "muito positivo", tendo em conta a situação em que Espanha deixou a ex-colónia.

"após superar um período em que o negócio principal era a escravatura e um período de colonização, em que os direitos dos povos indígenas não existiam, a Guiné Equatorial comemora meio século de soberania e independência", com "unidade territorial, paz, justiça e coesão social".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE