Actualidade

Guterres condena duplo atentado na Somália que causou 16 mortos e 20 feridos

15 | 10 | 2018   04.15H

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou hoje o duplo atentado na Somália, que custou a vida a 16 pessoas e que causou ferimentos em outras 20.

Guterres estendeu as suas condolências às famílias das vítimas e desejou uma pronta recuperação aos feridos, numa declaração divulgada pelo seu seu porta-voz, Stephane Dujarric.

As 16 pessoas morreram no sábado em resultado de dois atentados suicidas em Baidoa, no sudoeste da Somália, que tiveram como alvo um restaurante e um café, informou a polícia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE