Mau tempo

Câmara de Lisboa "considerou relevante" utilizar base de dados da EMEL

15 | 10 | 2018   22.38H

A Proteção Civil municipal "considerou relevante" utilizar a base de dados da EMEL para enviar a SMS sobre os riscos da tempestade Leslie, "dada a necessidade de alertar o maior número de pessoas", revelou o município de Lisboa.

Numa informação enviada hoje à agência Lusa, a Câmara Municipal de Lisboa (CML) dá conta que foi "identificada a necessidade de avisar as pessoas das medidas necessárias para prevenir os efeitos da tempestade, que se previa entrar pela área metropolitana".

Assim, "atendendo ao tamanho da base de dados da EMEL, e dada a necessidade de alertar o maior número de pessoas, a Proteção Civil municipal considerou relevante usar, também, este meio complementar de informação aos cidadãos", avança a mesma nota.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Os dados andam a saque e a entidade que trata do assunto, tem que ter mão-pesada nesta gente. Nada de irem na conversa d bandido, especialidade de autarcas e seus apaniguados.
    Dono dos Burros | 16.10.2018 | 00.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os alertas gerais de alarme e segurança devem ser enviados por quem de direito e os Órgãos da Comunicação Social são os indicados, rádio e TV!
    Jesus Cristo laico | 15.10.2018 | 23.56Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE