OE2019

Novo regime de antecipação da reforma não corresponde às expectativas - CGTP

18 | 10 | 2018   17.34H

A CGTP considerou hoje que o novo regime de acesso antecipado à reforma, previsto no Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), não corresponde às suas reivindicações, nem às expectativas dos beneficiários.

A proposta de lei do OE2019 prevê a criação de um novo regime de acesso antecipado à pensão de velhice por flexibilização da idade, que elimina a aplicação do fator de sustentabilidade para os beneficiários que, aos 60 anos, tenham, pelo menos, 40 anos de carreira contributiva.

De acordo com o artigo 90.º da proposta de OE2019, o novo regime será aplicado faseadamente, durante o ano de 2019.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Estes também andam sempre a reboque. Depois são só intenções. Aí vai uma dica CGTP. Isso sim. Mas há um mas! 2017 reforma dos 12 a 14 anos, com 46 a 48 anos de descontos, sem qualquer penalização. 2018 - reforma dos 15 a 16 anos, 46 a 44 anos de descontos sem qualquer penalização. 2019 - reforma dos 17 a 18 anos e 44 a 42 anos de descontos, sem qualquer penalização. O Problema é que o PS alterou esta regra. E agora quer penalizar em 0,5% para cada ano que falta até aos 66 e 5 meses. Direi esse Costa e Vieira não são de confiança.
    Alvaro | 18.10.2018 | 20.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O P C P E O B E DEITARAM TANTOS FOGUETES QUE TINHAM CONSEGUIDO NADA DE NADA VERGONHA NACIONAL É SÓ CAMPANHA ELEITORAL CAÇA AO VOTO C G T P
    O povinho | 18.10.2018 | 18.14Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE