Actualidade

Comandante da PSP/Porto elogia agentes envolvidos na detenção dos foragidos do tribunal

23 | 10 | 2018   20.00H

O comandante da PSP do Porto considerou hoje ser da "mais elementar justiça enaltecer o esforço, a dedicação e o profissionalismo" dos agentes envolvidos na detenção dos três arguidos que fugiram do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto.

Numa mensagem publicada na página da rede social Facebook da PSP - Comando Metropolitano do Porto, o superintendente-chefe Paulo Lucas elogiou "todos os elementos policiais" que direta ou indiretamente contribuíram para o "objetivo final", nomeadamente para a detenção dos três detidos.

"A complexidade da investigação, o grau de violência empregue sobre as vítimas, na sua maioria de idade bastante avançada, e o elevado alarme social gerado pelas circunstâncias descritas, exigiu por parte de todos os elementos policiais envolvidos uma grande dinâmica, elevado empenho e sério compromisso sem o qual não seria possível alcançar o objetivo final de toda a operação, no caso, devolver a tranquilidade pública à comunidade que servimos", sustentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • A hierarquia é isto. Quando um escapa, calam-se que nem ratos e lá sai um inquérito. Quando uns pilha-galinhas são apanhados, como se fossem no Texas do Trump ou numa daquelas repúblicas das bananas que, cada vez são mais difíceis de encontrar para além da Madeira, parecem uns heróis. A Lei que se lixe, a polícia é que faz a Lei e só a cumpre, quanto não pode fugir. O ministro o que faz? Nada, presumo. Não deve ter coragem de passar uma guia de marcha a este. Fica tudo na mesma e se necessário, lá vem a IGAI branquear o que houver para branquear. Podíamos ter mais sorte, considerando o que pagamos em impostos a esta gente.
    Dono dos Burros | 23.10.2018 | 23.21Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE