Actualidade

MP questiona edificabilidade, percentagem de habitação e figura da operação de Entrecampos

08 | 11 | 2018   20.34H

O Ministério Público endereçou hoje um ofício à Câmara de Lisboa em que levanta questões relativamente à denominada Operação Integrada de Entrecampos, apresentando dúvidas sobre esta figura, bem como sobre a edificabilidade e percentagem de habitação constante no projeto.

O documento, ao qual a agência Lusa teve acesso, é endereçado ao presidente da Câmara, Fernando Medina (PS), com conhecimento da presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, Helena Roseta.

Ao longo de sete páginas, o ofício assinado pela procuradora Elisabete Matos aponta cinco questões: a percentagem de habitação que será incluída no projeto, a figura de operação integrada, a unidade de execução, a edificabilidade de área da antiga Feira Popular, e ainda a eventual ausência de um parecer da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O importante é dotar a edificação com suficiente espaço para estacionamento automóvel, para uso efetivo com esse fim. No passado, os lugares de estacionamento acabavam com utilização diversa
    Zé da burra o alentejano | 09.11.2018 | 03.24Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE