Actualidade

Escritor Amos Oz distinguido com prémio do Museu Tolstoi por romance "Judas"

12 | 11 | 2018   16.56H

O romance "Judas", de Amos Oz, editado em fevereiro de 2016 em Portugal, foi distinguido com Prémio do Livro Yasnaya Polyana, criado pelo Museu Leo Tosltoi, na Rússia, divulgou hoje a editora portuguesa.

"Amos Oz é provavelmente o escritor mais conhecido e mais importante de Israel", afirmou o escritor e ensaísta Valentin Kurbatov, um dos membros do júri do prémio, o mais importante da Rússia, segundo a mesma fonte.

"Judas" é um livro "sobre traidores e amantes, pais e filhos, numa prosa sensível e bem-humorada, [e] evoca conflitos pessoais e políticos, teologia e heresia, lealdade e traição, explorando o lado sombrio da história judaico-cristã e o lado trágico da história judaico-árabe".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE