Actualidade

Exposição no Panteão Nacional recorda Sidónio Pais no centnário da sua morte

13 | 11 | 2018   20.02H

O Panteão Nacional, em Lisboa, inaugura na terça-feira uma exposição, que inclui objetos apresentados pela primeira vez ao grande público, evocativa do Presidente da República Sidónio Pais, assassinado há cem anos.

"Sidónio Pais: retrato do país no tempo da Grande Guerra" é o título da exposição que reúne "objetos extraordinários, não só relativamente ao Presidente, como à época - e estamos a falar de uma época conturbada, com o final da I Grande Guerra e as aparições em Fátima", disse, à agência Lusa, a diretora do Panteão Nacional, Isabel de Melo.

Referindo-se a Sidónio Pais, Isabel de Melo recordou que "foi o primeiro [presidente] a preocupar-se com a sua imagem pública, o 'marketing', a forma como se deixava fotografar - só de uma certa maneira -, e da sua promoção política".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE