Óbito/Loureiro dos Santos

Eanes recorda "exemplo ético" do general seu "irmão por opção"

17 | 11 | 2018   19.34H

O ex-Presidente da República António Ramalho Eanes lembrou hoje, emocionado, o general Loureiro dos Santos, seu "irmão por opção", sublinhando a sua personalidade "de excelência", como militar e académico, e como "exemplo ético".

Ramalho Eanes recordou e elogiou o percurso do antigo ministro da Defesa e ex-Chefe do Estado-Maior do Exército (CEME), "o seu propósito de excelência", como "aluno, professor, como militar, nas suas missões e nas funções que resolveu exercer", e o seu "exemplo ético".

O "exemplo ético", disse, manifestou-o Loureiro dos Santos ao deixar o cargo de CEME, por causa da chamada "lei dos coronéis", que impunha a reforma antecipada de dezenas de oficiais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Farinha do mesmo saco. 25N.
    Dono dos Burros | 17.11.2018 | 21.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE