Portugal/Angola

Setor português da construção olha para Luanda como "prioridade" e com "confiança"

18 | 11 | 2018   08.23H

O setor da construção garante que Angola se mantém "uma prioridade" e aguarda com a "maior expectativa dos últimos anos" a "normalização" das relações bilaterais e a liquidação da dívida de "centenas de milhões de euros" às empresas portuguesas.

"Nestes últimos anos nunca tivemos uma situação de maior expectativa do que a que temos hoje", afirmou o presidente da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) em declarações à agência Lusa a propósito da visita a Portugal do Presidente de Angola, João Lourenço.

Na opinião de Manuel Reis Campos, a visita do primeiro-ministro português a Angola, em setembro passado, foi "um passo significativo para a estabilização do diálogo" entre os dois países e teve "bons resultados", nomeadamente a "disponibilidade" manifestada pelo Governo angolano para, após certificação, liquidar as dívidas às empresas portuguesas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE