Actualidade

Gigantes tecnológicas da China reforçam luta interna contra a corrupção

21 | 11 | 2018   06.09H

A firma chinesa de anúncios 'online' 58.com revelou hoje que dois dos seus altos executivos foram detidos por alegada corrupção, ilustrando os esforços do setor tecnológico chinês no combate ao crime económico, em linha com Pequim.

O jornal chinês Caixin revelou hoje que o vice-presidente e o diretor da divisão de negócios da empresa, Song Bo e Guo Dong, respetivamente, foram detidos por alegadamente terem aceitado subornos.

Com sede em Pequim, o 58.com é usado por internautas para publicar classificados 'online'.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE