Actualidade

Prisão preventiva para formador detido em Macau por suspeita de abusos sexuais

21 | 11 | 2018   07.25H

Um juiz de instrução criminal ordenou a prisão preventiva do homem detido na segunda-feira por suspeita de crimes de abuso sexual de cinco estudantes num centro de explicações de Macau, informaram hoje as autoridades.

A decisão tem "em conta a natureza e a gravidade do respetivo processo, o 'modus operandi' dos respetivos crimes e o impacto provocado pelo caso na ordem pública, no âmbito de proteção dos direitos e interesses dos menores em Macau", pode ler-se num comunicado do Ministério Público.

Um homem, residente em Hong Kong, mas que trabalhava como formador num centro de explicações em Macau, foi detido na segunda-feira pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de violação, coação sexual e abuso sexual de menores.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE