PUBLICIDADE
Actualidade

Marcelo fala em "momento raro" e defende apuramento "de tudo" sobre acidente do INEM

16 | 12 | 2018   13.45H

O Presidente da República classificou hoje a queda de um helicóptero do INEM, que provocou a morte de quatro pessoas, como um "momento raro e muito triste" e pediu o apuramento de "tudo o que se terá passado".

"A minha primeira palavra vai, naturalmente, para aqueles que, infelizmente, pereceram naquele acidente [..]. Para eles e para as suas famílias vai o meu primeiro pensamento, apresentando condolências muito sentidas às famílias", declarou hoje Marcelo Rebelo de Sousa, falando na Pontinha, Odivelas, à margem de um almoço solidário de Natal.

Após ter estado "toda a madrugada em contacto com o presidente do INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica]", o chefe de Estado classificou este como um "momento raro, mas muito triste, e que é o retrato dos riscos da vocação que abraçaram, quer médico, quer enfermeira e bombeira, quer os pilotos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE