Acidente/INEM

Socorro após queda de helicóptero cumpriu a lei - secretário de Estado

16 | 12 | 2018   15.15H

A operação de socorro ao acidente com um helicóptero do INEM em que morreram quatro pessoas em Valongo, no sábado, cumpriu todos os normativos legais, assegurou hoje o secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves.

"Se foi assim que aconteceu, a operação de proteção civil decorreu de acordo com os normativos legais, reportando todos agentes" à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) "nas condições que a lei prevê", declarou José Artur Neves aos jornalistas, em Ansião, distrito de Leiria.

À margem da sua participação na inauguração das obras de ampliação do quartel dos Bombeiros Voluntários de Ansião e das comemorações do 61º. aniversário da instituição, o governante frisou que "todos os agentes de proteção civil foram para o terreno acionados" pela ANPC, enquanto "comando operacional público" da responsabilidade do Estado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Há uma Lei? Muito conta. Então essa de Lei, onde estava nos casos em que o socorro, o combate, a luta deu para o torto e morreram dezenas? Onde estava?
    Dono dos Burros | 16.12.2018 | 23.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Estão a ver, já tudo funcionou na perfeição. Ontem e hoje de manhã a culpa era .... Agora não há. E este povo vive com esta triste realidade.. Digo alguns, eu não.
    Alvaro | 16.12.2018 | 19.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE