Síria

Conselheiro de Trump assume que retirada dos EUA está condicionada

06 | 01 | 2019   12.24H

O conselheiro de segurança nacional do Presidente dos Estados Unidos afirmou hoje em Jerusalém que a retirada militar norte-americana da Síria está condicionada pela derrota dos remanescentes grupos do Estado Islâmico (EI) e pelo compromisso da Turquia.

John Bolton vincou que não há um calendário para a saída da presença norte-americana no nordeste da Síria, mas insistiu que não se trata de um compromisso ilimitado.

"O calendário mediante as decisões políticas que precisamos implementar", frisou Bolton, referindo que, além da anulação dos grupos do EI ainda ativos, a Turquia tem de assegurar a segurança dos combatentes curdos aliados dos Estados Unidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE