PUBLICIDADE
Actualidade

Automação pode custar um milhão de empregos mas criar outros tantos até 2030 - Estudo

17 | 01 | 2019   08.01H

A adoção da automação em Portugal pode levar à perda de 1,1 milhões de empregos na indústria e comércio até 2030, mas criar outros tantos na saúde, assistência social, ciência, profissões técnicas e construção, revela hoje um estudo.

O estudo da CIP - Confederação Empresarial de Portugal, que será apresentado hoje em Lisboa numa conferência sobre "O Futuro do Trabalho em Portugal", conclui que "Portugal tem um relativamente alto potencial de automação, devido ao peso da indústria transformadora e às tarefas repetitivas registadas em diversos setores", e aponta a transformação digital da sociedade e da economia nacionais como "uma enorme oportunidade".

"Calcula-se que cerca de 50% do tempo despendido nas atuais atividades laborais poderia ser automatizado com as tecnologias atualmente existentes, o que representa um elevado potencial de automação quando comparado com outros países", lê-se no trabalho, segundo o qual "em 2030 essa percentagem de tempo crescerá para 67%".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE