PUBLICIDADE
Actualidade

Cristas lamenta desinteresse de Costa por setor da saúde "em rutura"

19 | 01 | 2019   13.55H

A presidente do CDS-PP, Assunção cristas, lamentou hoje o desinteresse do chefe do Governo pelo setor da saúde, descrevendo-o como "em rutura" devido à "austeridade escondida", numa conferência sobre o tema organizada pelo partido na sede de Lisboa.

"Temos um primeiro-ministro desinteressado, que despreza a realidade, que não quer estudar a fundo os assuntos e a única coisa que lhe interessa é atirar com alguma areia que o pode ajudar a colher votos", acusou Assunção Cristas, salientando "ameaças fortes num setor em rutura".

A líder democrata-cristã recordou que o primeiro-ministro, António Costa, "resolveu tomar uma série de decisões" no sentido do anúncio do "fim da austeridade", como a redução dos horários para as 35 horas, mas "sem preparar a decisão nem ter outra abordagem ao nível da contratação [de mais profissionais]".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Será que há alguém com disposição para ouvir esta picareta falante?
    Alvaro | 20.01.2019 | 00.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A sra. Cristas está a ser mentir quando diz que António Costa "reduziu os horários para 35 horas". Costa está apenas a REPOR os horários que vigoravam e que tinham sido unilateralmente alargados para os trabalhadores da função pública pelo governo anterior, de que ELA FEZ PARTE. Essa alteração não foi negociada e foi imposta sem qualquer contrapartida, um roubo portanto. Assim sendo, não está a ser feita qualquer redução de horário mas a repor a normalidade. Diria até que o horário de 35 horas deveria ser a meta a atingir gradualmente por todos os trabalhadores portugueses.
    zé da burra o alentejano | 19.01.2019 | 16.38Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE