Actualidade

i3S do Porto lidera projeto europeu para criação de implantes na cartilagem do joelho

21 | 01 | 2019   16.26H

O Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), no Porto, vai liderar um consórcio europeu que visa, com um financiamento de 5,5 milhões de euros, desenvolver "matrizes para reparar defeitos de cartilagem do joelho", revelou hoje a coordenadora.

"O nosso objetivo é promover uma regeneração adequada para a cartilagem. Este processo é muito complicado e extremamente difícil, daí recorrermos a tecnologias", explicou à Lusa Meriem Lamghari, investigadora do i3S e líder do projeto europeu.

O projeto, denominado RESTORE, visa criar matrizes [implantes] em três dimensões (3D), que, com a incorporação de nanopartículas inteligentes, conseguem reparar os defeitos de cartilagem do joelho e diminuir o aparecimento da osteoartrite, doença que afeta cerca de 242 milhões de pessoas em todo o mundo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE