Actualidade

Sair das redes sociais não garante privacidade - estudo

21 | 01 | 2019   18.00H

Uma pessoa que saia das redes sociais não tem garantia de privacidade porque os amigos que lá deixou continuam a permitir prever com alguma certeza as suas atividades, segundo um estudo científico publicado hoje.

A investigação da equipa das universidades de Vermont (Estados Unidos) e Adelaide (austrália) centrou-se em trinta milhões de publicações públicas feitas por 13.905 utilizadores da rede social Twitter e concluiu que se uma pessoa deixar de estar ativa, as publicações e palavras dos seus amigos permitem prever com 95 por cento de exatidão atividades futuras dessa pessoa, mesmo que esta deixe publicar seja o que for.

O líder da equipa, o matemático James Bagrow, afirma que quando se adere a uma rede social, se pensa que se está a dar informação apenas pessoal, mas o que acontece é que "também se entrega os amigos" ao Twitter, Facebook, Instagram ou outra rede social.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE