PUBLICIDADE
Venezuela

Papa Francisco diz recear "um banho de sangue" e apela a um acordo

28 | 01 | 2019   14.05H

O papa Francisco disse hoje recear "um banho de sangue" na Venezuela e acrescentou que "o problema da violência aterroriza-me", no decurso de uma conferência de imprensa no avião que o transportou para Roma após a visita ao Panamá.

"O que me faz medo? O banho de sangue", respondeu o papa argentino à pergunta de um jornalista sobre a situação na Venezuela onde, acrescentou, "o problema da violência aterroriza-me".

Jorge Bergoglio também solicitou "elevação para ajudar aqueles que podem ajudar a resolver este problema" nesse país em crise e à beira da guerra civil.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE