PUBLICIDADE
Actualidade

Tribunal anulou casamento de empregada com centenário de Bragança

06 | 02 | 2019   19.23H

O Tribunal de Bragança anulou o casamento de uma empregada com o patrão centenário, numa sentença dada a conhecer hoje às partes e que se segue a outra decisão judicial que já tinha anulado o testamento a favor da mulher.

A decisão tem efeitos retroativos, pelo que o casamento celebrado em maio de 2017, dois meses antes da morte do idoso de 101 anos, é como se nunca tivesse sido realizado. A visada ainda pode recorrer da mesma.

Na sentença a que a Lusa teve acesso, a empregada é também condenada por litigância de má-fé a pagar ao Estado pouco mais de 600 euros de multa e a indemnizar a parte vencedora, no caso três dos quatro filhos do centenário, num valor que terão de ser os próprios a reclamar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE