Actualidade

Bolsonaro anuncia investigação a ministro suspeito de irregularidades

14 | 02 | 2019   04.59H

O Presidente brasileiro disse que o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República terá de deixar o cargo se estiver envolvido em irregularidades no Partido Social Liberal (PSL) e que foi aberta uma investigação.

Em entrevista à TV Record, na quarta-feira, Jair Bolsonaro disse que Gustavo Bebianno teria de "voltar às origens" e afirmou ainda ser "mentira" que tenha tratado do assunto com o ministro, acrescentando que mandou a Polícia Federal investigar as suspeitas.

No último fim de semana, o jornal Folha de São Paulo noticiou que o PSL, partido do Presidente, três dias antes das eleições, deu 400 mil reais (95 mil euros) a uma candidata a deputada federal em Pernambuco, que teve 274 votos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE