PUBLICIDADE
Actualidade

Artista João Onofre diz que "há pontos de encontro" entre obras antigas e recentes

15 | 02 | 2019   16.59H

O artista João Onofre, que inaugura hoje, na Culturgest, em Lisboa, a primeira antológica da sua obra, disse à agência Lusa que, na preparação da exposição, descobriu "pontos de encontro" entre obras mais antigas e as recentes.

A exposição intitula-se "Once in a Lifetime [Repeat]", cobre um período de 1998 a 2019, e ficará patente até 19 de maio, nas galerias da Culturgest, onde o curador da mostra, Delfim Sardo, apresentou hoje as obras numa visita guiada aos jornalistas.

Contactado pela Lusa depois da visita à exposição, o artista disse que a antológica "é um momento importante para qualquer artista, porque é um momento de balanço, neste caso de duas décadas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE