Actualidade

Jerónimo quer reforço da CDU e diz que não se pode deixar PS de "mãos livres"

23 | 02 | 2019   01.30H

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse hoje que não se pode deixar o PS de "mãos livres" para "prosseguir a política de direita", defendendo um reforço eleitoral da CDU para fazer avançar o país.

Num jantar comício em Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro, Jerónimo de Sousa lembrou o contributo da CDU nos últimos três anos para resolver "os problemas mais urgentes no plano da recuperação de condições de vida e de trabalho dos trabalhadores".

"Se não se vai mais longe é porque permanecem fortes constrangimentos e paralisantes contradições que impedem as respostas aos problemas resultantes do PS estar envolvido nas suas opções em relação à submissão à União Europeia, ao grande capital aos critérios constrangedores do euro", afirmou o líder comunista.

Destak/Lusa | destak@destak.pt