PUBLICIDADE
Campeonato nacional

Jorge Sousa vai apitar o clássico que pode decidir o campeonato

26 | 02 | 2019   23.14H
Com Artur Soares Dias no Qatar, avança o outro peso pesado da arbitragem nacional para o decisivo FC Porto-Benfica deste sábado
João Moniz | jmoniz@destak.pt

Só será oficial no sábado, dia do jogo entre FC Porto e Benfica, mas o Destak sabe que Jorge Sousa é o escolhido para apitar o clássico que pode ser decisivo na luta pelo título, quando as duas equipas estão separadas por um ponto. E a decisão está tomada há algum tempo.

Um dos factores decisivos é que Artur Soares Dias está há alguns dias no Qatar, onde decorre até sexta-feira um seminário da FIFA sobre videoarbitragem. Tendo em conta que o árbitro português tem estado ligado ao projeto desde o início, a sua presença no evento era certa.

Consciente desse facto, o Conselho de Arbitragem foi gerindo as nomeações para os principais jogos de forma a que a escolha de Jorge Sousa para o jogo de sábado fosse natural. Basta ver que o árbitro nascido em Paredes é dos poucos internacionais que ainda não apitou um clássico esta época.

Luís Godinho, Fábio Veríssimo, Hugo Miguel e Artur Soares Dias já estiveram em jogos envolvendo FC Porto, Benfica e Sporting entre si no campeonato, e também dominam as nomeações no que toca aos vários jogos que decorreram para as duas Taças, a da Liga e a de Portugal.

João Pinheiro esteve, precisamente, na final da Taça da Liga, mas a sua presença na meia-final desta terça-feira entre FC Porto e Sp. Braga torna improvável a sua nomeação para o clássico de sábado. Face às boas prestações, poderá surgir no FC Porto-Sporting que encerra a época, se Artur Soares Dias for o escolhido para a final da Taça de Portugal - os dois jogos distam apenas uma semana e podem envolver dragões e/ou leões.

O surgimento de Jorge Sousa, regressado no final de janeiro após uma prolongada lesão no tendão de Aquiles, foi gerido com pinças. O árbitro começou por apitar dois jogos da II Liga e teve depois dois testes de dificuldade crescente: dirigiu o Moreirense-FC Porto (1-1) e depois o Sporting-Sp. Braga (3-0) - curiosamente, o único jogo até agora dos minhotos contra um grande no campeonato que não foi apitado por Artur Soares Dias, que esteve nos outros três.

Esses encontros correram bem a Jorge Sousa, que foi elogiado pela crítica, mostrando que a sua escolha para este clássico tinha razão de ser. Para o resguardar, o Conselho de Arbitragem nomeou-o no passado fim de semana para um jogo de pouca visibilidade, o Portimonense-Desp. Aves (1-1).

1 comentário

  • Com a verdade me enganas. ahahahah
    Dono dos Burros | 27.02.2019 | 22.23Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE