PUBLICIDADE
Actualidade

Rui Pinto extraditado para Portugal após tribunal húngaro indeferir recurso

14 | 03 | 2019   15.46H

Um tribunal de segunda instância da Hungria indeferiu o recurso de Rui Pinto apresentado pelo colaborador do 'Football Leaks' para tentar evitar a sua extradição para Portugal, decidida na semana passada, disse hoje à agência Lusa fonte judicial.

Segundo a mesma fonte, esta decisão não é passível de recurso, o português vai ser extraditado no prazo de oito a 10 dias e o material informático que lhe foi apreendido também deve ser remetido para as autoridades lusas.

Em 05 de março, o Tribunal Metropolitano de Budapeste anunciou a extradição do português, mas Rui Pinto interpôs recurso (que teve efeito suspensivo da extradição) para uma segunda instância, que negou agora indeferiu o apelo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE