Actualidade

Municípios acusam CNE de "exorbitar dos poderes" conferidos pela lei

14 | 03 | 2019   18.02H

O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses acusou hoje a Comissão Nacional de Eleições de estar a "exorbitar dos poderes que a lei lhe confere", rejeitando que o exercício da cidadania fique "ao livre arbítrio" da comissão.

Em declarações à agência Lusa à saída de uma reunião com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, no parlamento, em Lisboa, o socialista Manuel Machado deixou claro que a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) está preocupada com as "notas informativas, entre aspas, emitidas pela Comissão Nacional de Eleições" (CNE).

"Achamos que estão a exorbitar dos poderes que a lei lhe confere", condenou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE