PUBLICIDADE
Actualidade

Mobilidade marca estudo sobre povos da Península Ibérica, dizem especialistas portugueses

14 | 03 | 2019   18.07H

Especialistas portugueses que participaram num estudo internacional sobre os povos que habitaram a Península Ibérica salientaram hoje a mobilidade como o fator que marca as conclusões alcançadas, mas dizem ser precisa mais investigação.

O estudo genético, publicado na revista Science, revela que os ibéricos são maioritariamente descendentes de povos das estepes russas e ucranianas e que há vestígios da grande mobilidade desde há milhares de anos, de povos vindos da Ásia e de África.

O estudo teve a participação de mais de uma centena de especialistas de vários países, entre geneticistas, arqueólogos e antropólogos, alguns deles portugueses, como a bioantropóloga da Universidade de Coimbra Ana Gama da Silva, a arqueóloga da Universidade de Lisboa Ana Catarina Sousa e o investigador e geneticista da Universidade do Minho, Pedro Soares.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE