PUBLICIDADE
Óbito/Augusto Cid

"Ensinou-nos a compreender com ironia os paradoxos da vida social e política" - Governo

14 | 03 | 2019   19.59H

A minsitra da Cultura, na nota de pesar pela morte, hoje, de Augusto Cid, aos 77 anos, afirma que o cartoonista "ensinou-nos a compreender com ironia os paradoxos da vida social e política".

A ministra Graça Fonseca, no mesmo comunicado, afirma que "o trabalho de Augusto Cid soube inventar e retratar com humor o país político".

"A herança que nos deixa é a da liberdade do desenho, da palavra e da imaginação", escreve a ministra da Cultura, referindo que "com a morte de Augusto Cid desaparece um olhar comprometido com a causa e o pensamento público, traduzido no comentário político através do cartoon".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE