Actualidade

PM chinês anuncia "medidas fortes" para contrariar abrandamento económico

15 | 03 | 2019   05.43H

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, disse hoje que o país vai adotar "medidas fortes" para contrariar o abrandamento económico, sugerindo reformas orientadas para o mercado, em detrimento de mais crédito e gastos públicos deficitários.

Li, que falava numa conferência de imprensa após o encerramento da sessão anual do legislativo chinês, afirmou que Pequim vai reduzir impostos e aprovar medidas para "aumentar a vitalidade do mercado".

"Nós certamente precisamos de tomar medidas fortes para lidar com as crescentes incertezas que enfrentamos este ano", disse.

Destak/Lusa | destak@destak.pt