Clima

Ativista Greta Thunberg pede a participação dos adultos nas greves pelo ambiente

15 | 03 | 2019   11.35H

Greta Thunberg, 16 anos, ativista sueca que inspirou o movimento mundial contra as alterações climáticas subscreve hoje um manifesto defendendo que os estudantes estão em greve porque não têm outras opões.

"Este movimento tinha de acontecer, nós não temos escolhas. A maior parte dos grevistas que estão mobilizados ainda não podem votar. Imaginem o que isso significa. Apesar da crise climática, apesar de conhecermos os factos não temos possibilidade de falar sobre as alterações climáticas com aqueles que têm poder de decisão. Sendo assim, você também não estaria em greve", refere o documento que apela à participação dos adultos nas greves dos estudantes.

O texto que foi publicado em cinco jornais europeus é subscrito por Greta Thunberg, adolescente de Estocolmo que se converteu no rosto do movimento "Youth for Climate" pela defesa do planeta e que hoje organiza marchas e greves a nível mundial, incluindo Portugal onde se estão a realizar manifestações em várias cidades.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE