Actualidade

Despedimentos coletivos sobem 22,5% em janeiro abrangendo 397 trabalhadores

15 | 03 | 2019   18.53H

O número de pessoas que perderam o emprego no primeiro mês de 2019 na sequência de despedimentos registou uma subida homóloga de 22,5% para 397 casos, de acordo com os dados Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho.

Os despedimentos coletivos dados por concluídos em janeiro totalizaram 33, valor que compara com os 39 contabilizados no mesmo mês de 2018. Mas ainda que os processos tenham caído, o mesmo não sucedeu com o universo de trabalhadores afetados.

No arranque de 2018, os despedimentos coletivos concluídos no primeiro mês dão conta de que as empresas que os promoveram previam dispensar 348 trabalhadores e acabaram por despedir 324. Este ano, as intenções de despedimento chegaram a 401 pessoas e foram efetivadas em 397 casos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE