Novo Banco

Imparidades são adequadas e opiniões contrárias são incorretas - administração

17 | 03 | 2019   13.38H

O Novo Banco considerou hoje que as imparidades constituídas para fazer face às perdas em créditos são adequadas e que "qualquer opinião em contrário é tecnicamente incorreta e desprovida de qualquer fundamento".

Em informação enviada à Lusa, o Novo Banco "sublinha que não possui imparidades superiores às exigíveis, nem inferiores às julgadas necessárias" e que os dados sobre o assunto são "facilmente comprováveis e naturalmente auditáveis".

Esta resposta surge depois de várias personalidades, como políticos, terem colocado em causa o valor das imparidades (provisões para perdas, nomeadamente com crédito malparado) constituídas pelo Novo Banco, o que tem influência no pedido de recapitalização ao Fundo de Resolução.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE