PUBLICIDADE
Actualidade

Peça "O Resto Já Devem Conhecer do Cinema" põe em palco a fatalidade da sociedade atual

21 | 03 | 2019   19.30H

A peça "O Resto Já Devem Conhecer do Cinema", que se estreia na quarta-feira no Teatro Nacional de São João, no Porto, confronta em palco o drama de uma família "pouco ortodoxa" e a fatalidade da sociedade moderna.

Com estreia marcada para o Dia Mundial do Teatro, a 27 de março, a peça "O Resto Já Devem Conhecer do Cinema", que o dramaturgo inglês Martin Crimp escreveu em 2013, volta a juntar os encenadores Nuno Carinhas e Fernando Mora Ramos, após "O Fim das Possibilidades", de Jean-Pierre Sarrazac.

Em declarações aos jornalistas depois do ensaio de imprensa que se realizou hoje no Teatro Nacional de São João (TNSJ), Nuno Carinhas afirmou que esta é uma peça "particularmente feliz", e que, ao apropriar-se da tragédia grega "Fenícias", de Eurípides, mantém-se "muito fiel ao original".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE