Actualidade

Música, mercado, internacionalização e formação no MIL que também é um festival

24 | 03 | 2019   10.48H

Nos últimos anos Portugal despertou para a internacionalização da música portuguesa e está a recuperar o tempo perdido, afirmou à agência Lusa Gonçalo Riscado, um dos programadores da convenção-festival MIL, que acontece esta semana em Lisboa.

Para a terceira edição, que decorrerá de quarta a sexta-feira, o MIL - Lisbon International Music Network reforçou o programa de formação, com mais debates, 'workshops' e conferências com alguns protagonistas da cena musical portuguesa e da indústria internacional, e alargou a oferta de concertos, com mais de 70 artistas.

Espalhado por várias sals e clubes noturnos do Cais do Sodré - com duas novas entradas no roteiro, do Titanic Sur Mer e do espaço Time Out -, o MIL é apresentado por Gonçalo Riscado como um ponto de encontro entre quem produz, promove, pensa, cria e vende música e integra o mercado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE