PUBLICIDADE
Actualidade

Tribunal decreta perda de mandato de presidente e vereador da Câmara da Maia

15 | 04 | 2019   12.17H

O Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto decretou a perda de mandato do presidente da Câmara da Maia, António Silva Tiago, e de um vereador eleito pela mesma coligação, adiantou hoje à Lusa um dos advogados do processo.

Em causa está um processo movido pelo partido Juntos pelo Povo (JPP) que critica a assunção pela autarquia de uma dívida de 1,4 milhões de euros, que o Fisco imputara ao presidente da Câmara, Silva Tiago, ao seu antecessor e atual presidente da Assembleia Municipal, Bragança Fernandes, bem como ao vereador Mário Neves, enquanto ex-administradores da extinta empresa municipal TECMAIA.

O Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) do Porto notificou hoje quer o presidente da autarquia, quer o vereador com a decisão de perda de mandato, o que no entender do advogado do JPP, Miguel Santos Pereira, "é a prova de que o JPP tinha razão".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • E as dívidas assumidas dos roubos do Sócrates e do Salgado pelo Governo? Népia? Logo vi. Estes dois otários servem de exemplo sobre a Sed Lex, Dura Lex que nos governa. ihihihihihihihihihihihih
    Dono dos Burros | 15.04.2019 | 13.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE