Combustíveis

Hoteleiros algarvios pedem atenção especial para região

17 | 04 | 2019   15.21H

A principal associação hoteleira do Algarve pediu hoje uma "atenção especial" para a região para evitar cancelamentos de reservas durante a Páscoa devido à greve no transporte de combustíveis, advertindo que esse cenário é igualmente prejudicial para o país.

O presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, disse estar a acompanhar a greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas e o consequente desabastecimento aos postos de combustíveis com "muita expectativa, mas, sobretudo, com muita preocupação", porque a região quase triplica a sua população durante a Páscoa.

"A greve, já por si, contribuiria para causar danos e prejuízos enormes, mas acho que não houve aqui o cuidado suficiente para acautelar alguns aspetos que, para nós, seriam relevantes como, por exemplo, a questão dos serviços mínimos, que foram restringidos a Lisboa e ao Porto", criticou Elidérico Viegas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE