Combustíveis

Governo cria rede de postos prioritários e alarga serviços mínimos

17 | 04 | 2019   20.55H

O Governo anunciou hoje a criação de uma rede de 310 postos prioritários de abastecimento no país e afirmou que os serviços mínimos da greve dos motoristas de matérias perigosas serão alargados a todo o território.

No final de uma reunião da Concertação Social, o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse que será criada uma rede com cobertura nacional de 310 postos de abastecimento prioritário que serão assegurados, caso seja necessário, pelas forças de segurança.

Os postos "destinam-se prioritariamente a serviços essenciais de apoio à comunidade" como é o caso de serviços médicos, de transporte de doentes ou de medicamentos, mas que "também poderão abastecer particulares", disse Vieira da Silva.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Os policias que vão conduzir os camiões, sempre servem para alguma coisa em vez de estarem a arredondar o ordenado nos jogos de futebol e à porta de quem lhes paga.
    Dono dos Burros | 17.04.2019 | 22.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não