PUBLICIDADE
Actualidade

Parlamento Europeu repreende deputada Maria João Rodrigues por assédio moral

18 | 04 | 2019   09.44H

O Parlamento Europeu (PE) anunciou hoje, em Estrasburgo, que decidiu repreender a eurodeputada socialista portuguesa Maria João Rodrigues, ao concluir a investigação sobre uma queixa de assédio laboral por uma antiga assistente.

Na abertura da sessão do último dia da atual legislatura do PE, em Estrasburgo, o vice-presidente Pavel Telicka anunciou que, "tendo em conta as conclusões da comissão de aconselhamento que lida com queixas de assédio", e "após considerar as declarações escritas feitas pelos envolvidos e ouvir a deputada", o presidente da assembleia, António Tajani, "decidiu impor uma sanção à deputada Maria João Rodrigues", na forma de "repreensão", dado o seu comportamento relativamente à assistente queixosa poder ser considerado "assédio moral".

Em declarações à agência Lusa, a eurodeputada disse respeitar, mas não concordar com a decisão do Parlamento, por considerar que as acusações contra si eram "ou injustificadas ou baseadas em factos não ocorridos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • É do PS só q Bruxelas não é Portugal geringonceiro ainda.
    Dora | 18.04.2019 | 10.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE