PUBLICIDADE
Actualidade

Associação do alojamento local exige "regras claras e transparentes" nos municípios

21 | 04 | 2019   10.11H

A Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP) defendeu hoje "regras claras e transparentes" nos regulamentos municipais para o setor, considerando que a suspensão de novos registos, como aconteceu em alguns bairros de Lisboa, "é uma medida contraproducente".

"O que ficou claro, nestes seis meses, é que a suspensão, aquela medida temporária e transitória, é uma medida contraproducente. Viu-se em Lisboa que o anúncio duma suspensão tem o efeito contrário", declarou à Lusa o presidente da ALEP, Eduardo Miranda, indicando que houve um "pico de registos" de alojamento local na capital como resultado direto do anúncio de medidas de suspensão.

No âmbito das novas regras do alojamento local, em vigor há seis meses, o responsável da associação do setor disse que, apesar de serem "muitas alterações" para os operadores, "ainda é um pouco cedo para fazer um balanço do que foi causa e efeito", aguardando a apresentação dos regulamentos municipais como "peça fundamental" da atual legislação.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Os judeus proxenetas sempre falam grosso e como conhecem os vícios sexuais dos governantes, têm sempre o que querem.
    Dono dos Burros | 21.04.2019 | 12.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE