Sri Lanka/Ataques

ONU condena agressões e pede justiça rápida

21 | 04 | 2019   15.43H

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, condenou hoje os ataques terroristas no Sri Lanka que mataram pelo menos 207 pessoas, e apelou a que os agressores sejam "rapidamente levados à justiça".

"O secretário-geral está indignado com os ataques terroristas a igrejas e hotéis no Sri Lanka no domingo de Páscoa, um dia sagrado para os cristãos de todo o mundo. Ele lembra a santidade de todos os lugares de culto. Ele espera que os perpetradores sejam rapidamente levados à justiça", afirma o porta-voz do secretário-geral sobre ataques terroristas no Sri Lanka.

Num comunicado enviado aos jornalistas, "o secretário-geral expressa as suas mais profundas condolências às famílias das vítimas, ao povo e ao Governo do Sri Lanka, e deseja uma rápida recuperação aos feridos. Ele elogia a liderança demonstrada pelas autoridades e pela unidade do povo do Sri Lanka após os ataques".

Destak/Lusa | destak@destak.pt