PUBLICIDADE
Sri Lanka/Ataques

Português morto nos atentados era funcionário de empresa de Vouzela

21 | 04 | 2019   16.40H

O português que morreu nos ataques no Sri Lanka morava em Viseu, era funcionário de uma empresa de Vouzela e estava a passar a lua-de-mel naquele país asiático, disse à Lusa o patrão da vítima mortal.

"Era uma pessoa com um coração enorme, um grande amigo", afirmou Augusto Teixeira sobre Rui Lucas, que desde 2013 era seu colaborador na T&T Multielétrica, empresa que presta serviços nas áreas das energias renováveis, domótica e segurança, eletricidade e climatização,

Consternado com a notícia da morte do amigo, o empresário disse que é um "momento particularmente difícil" para os cerca de 30 colaboradores da empresa onde Rui Lucas trabalhava, em Crasto de Campia, a cerca de 40 quilómetros de Viseu, cidade onde a vítima mortal dos ataques residia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE