OPA/EDP

CTG mantém condição de desblindagem de estatutos para oferta avançar

22 | 04 | 2019   20.02H

O grupo chinês China Three Gorges (Europe), o maior acionista da EDP, disse hoje que se mantêm em vigor todas as condições da OPA, incluindo a desblindagem de estatutos, pelo que sem isso a operação não avança.

"Relativamente à proposta de Elliot International , L.P. e de Elliot Associates [...], e a declaração divulgada pela CMVM a 12 de abril de 2019, a CTG gostaria de declarar irrevogavelmente a todos os interessados e, em especial, aos acionistas da EDP que todas as condições a que o lançamento da Oferta se encontra sujeito permanecem em vigor e, especificamente, no caso de o resultado da votação não permitir a eliminação do atual limite à contagem de votos, que a CTG não renunciará a essa condição", refere a CTG.

Esta posição consta de uma carta enviada pelo presidente da CTG Europe, Wu Shengliang, ao vice-presidente da mesa da assembleia-geral de acionistas da EDP, Rui Medeiros, divulgada através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Destak/Lusa | destak@destak.pt