PUBLICIDADE
Líbia

Líderes africanos defendem "cessação imediata e incondicional" dos combates

24 | 04 | 2019   01.58H

Vários líderes africanos defenderam na terça-feira a "cessação imediata e incondicional" dos combates na Líbia, após um encontro que decorreu no Cairo e foi liderado pelo chefe de Estado egípcio Abdel Fattah al-Sissi, presidente da União Africana (UA).

O Egito recebeu duas reuniões no Cairo sobre as atuais crises no Sudão e na Líbia.

Sobre a Líbia, o objetivo da reunião era encontrar "formas para conter a crise e relançar o processo político", depois de violentos combates desde 04 de abril entre as forças leais ao Governo de Acordo Nacional, reconhecido pela comunidade internacional, e as tropas do marechal Khalifa Haftar, perto de Tripoli.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE