PUBLICIDADE
Líbia

Bruxelas recomenda a Itália que aborde fluxos migratórios com Estados-membros

25 | 04 | 2019   13.03H

A Comissão Europeia recomendou hoje ao Governo italiano que dirija aos Estados-membros, e não a Bruxelas, o seu pedido de preparação de um plano de emergência para um eventual aumento do fluxo de migrantes desde a Líbia.

"Evidentemente, vamos responder a essa carta, mas convém recordar que a Comissão Europeia não é o obstáculo para encontrar o melhor equilíbrio entre solidariedade e responsabilidade no âmbito da gestão das migrações, pelo que talvez fosse melhor [o Governo italiano] endereçar essa carta aos Estados-membros", referiu a porta-voz do executivo comunitário.

Mina Andreeva, que falava na conferência de imprensa diária da Comissão Europeia em Bruxelas, referia-se à carta na qual o Governo italiano insta Bruxelas a estar preparada para um eventual aumento do fluxo de migrantes desde a Líbia, causado pelo recrudescimento da tensão naquele país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Bruxelas a demitir-se do seu papel,demonstrando falta de força e inação paralisante.S Itália abrir a prota e deixar fluir migrantes para França,Alemanha e países nórdicos quero ver se se mantem opassiva ou vai consultar primeiro MERKEL???????????
    Indigo | 04.05.2019 | 11.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE