PUBLICIDADE
Actualidade

Cientistas e indígenas pedem à UE que fomente comércio sustentável com o Brasil

26 | 04 | 2019   02.08H

Mais de 600 cientistas europeus e cerca de 300 grupos indígenas instaram a União Europeia (UE) a fomentar um comércio sustentável com o Brasil, para evitar a destruição das florestas e para preservar os povos indígenas.

"A União Europeia precisa urgentemente de fortalecer os seus esforços no comércio sustentável e defender os seus compromissos em termos de direitos humanos, proteção ambiental e mitigação das mudanças climáticas", afirmaram os signatários de um manifesto publicado na revista Science, na quinta-feira.

A declaração denuncia que o bloco europeu, um dos maiores parceiros comerciais do Brasil, é "líder mundial" na importação de produtos agrícolas que "causam desflorestação", o que significou a perda de massa florestal equivalente ao "tamanho de Portugal entre 1990 e 2008".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE