PUBLICIDADE
Governo

Rio diz que teria condições de negociar devolução aos professores numa legislatura

10 | 05 | 2019   09.17H

O presidente do PSD afirmou hoje que teria condições para negociar a devolução do tempo de serviço aos professores numa legislatura, desde que o crescimento real se mantivesse na ordem dos 2% e não fosse tudo devolvido em dinheiro.

Em entrevista à Rádio Renascença, no dia em que deverá ser chumbada a apreciação parlamentar sobre a contagem do tempo de serviço dos professores, Rui Rio foi questionado quando seria possível reunir as condições para uma devolução total, se fosse primeiro-ministro.

O líder do PSD começou por apontar que tal dependeria do crescimento económico e, questionado se teria condições para o fazer numa legislatura caso o crescimento real se mantivesse na ordem dos 2%, Rio respondeu afirmativamente.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

5 comentários

  • VOLTA MEU GRANDE SALAZAR. - Estes PALHAÇOS E PALHAÇAS, vigaristas , ladrões, sem vergonha, etc. etc. etc. mostram bem os PORCOS e CHULOS que são e é sempre a mesma coisa, ou melhor, cada vez mais CANALHAS , revelando seu carater quando estão à caça de voto para o TACHO. NÃO HÁ UM QUE SE APROVEITE! O desplante com que se apresentam ao povo fazendo deste uma manada de BURROS, que vendo bem até são. A conversa de Rio é a modos de conversa de engate de vacas. Eu já votei o que tinha a votar, de mim, nem mais um voto para eleger SALTEADORES.
    basta | 14.05.2019 | 15.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Rui RIO deve ter levado o PSD aos 15% de intenções de voto.Portugal não tem estadistas q arrastem os votos racionais e portanto q não são pertença de ninguém.Vejamos a força de Nigel Farage q salta do UKIP para novo partido Brexit PARTY e atinge nas sondagens os europeias para 34% de votos demonstrando o q é ser carismáticoc ,estadistas e confiável para os ingleses.Em Portugal o branqueamento dos extremistas de esqueda e condenação sistemática dos extremistas da direta levou a 66% de abstenção nas europias e cerca de 50 % nas legislativas.O terrorismo de esquerda atrvés do legislómetro,impostómetro limitação de liberdades e direito pleno á propriedade prvada além dos saques ,adicional e aumento do IMI.lei nova sobre habitação,saúde,limpezas etc poderão diminuir abstenção e aumentarem votos nulos ou de protesto.A ação politica anti cultura atual através de programas políticos e apoio dos midia vao ser o caixão do regime.
    Costa | 12.05.2019 | 13.17Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os 'socialistas' não mais fachos que os fachos.
    Dono dos Burros | 10.05.2019 | 11.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • CAMPANHA ELEITORAL ESTA GENTE SÓ VÊ QUEM NADA FAZ NESTA TERRA É SÓ PROFESSORES OS OUTROS QUE TRABALHAM SÃO DESCARTADOS OS PRIVADOS JA DEVIAM DE TER TOMADO UMA POSIÇÃO FIRME COM ESTA NOVELA ATÉ PARECE QUE NÃO HÁ MAIS NADA PARA RESOLVER COMEÇA A CHEIRAR MUITÍSSIMO MAL
    O povo | 10.05.2019 | 10.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • SE TIVESSE DINHEIRO IA A LUA UMA PESSOA QUE É PRESIDENTE DUM PARTIDO E NÃO SABE O QUE NELE SE PASSA SÓ PODE SER ANDAR A GOZAR COM O POVO CAMPANHA ELEITORAL SE FOSSE GOVERNO COM UM CRESCIMENTO 50% O ORDENADO MÍNIMO ERA 5OOO EUROS ASSIM É QUE SE ENGANA O POVO COM AS POLÍTICAS DE PRESIDENTE DE CÂMARA É MELHOR DIZER ADEUS ADEUS
    O povo | 10.05.2019 | 10.13Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE