Actualidade

Cientistas pedem a partidos para ciência fazer parte da agenda em ano de eleições

15 | 05 | 2019   18.48H

Cientistas iniciaram hoje uma ronda de encontros com os partidos políticos para pedir que a ciência conste da sua agenda, a menos de seis meses das eleições legislativas e quando decorre a campanha para as eleições europeias.

A iniciativa partiu dos proponentes do "Manifesto Ciência Portugal 2018", assinado por mais de cinco mil pessoas, incluindo o ministro da tutela, Manuel Heitor, que subscreveu o documento na qualidade de investigador do Instituto Superior Técnico, e que pedia "financiamento consistente e transparente", menos burocracia e contratação "regular e coordenada" de cientistas baseada no mérito.

Hoje, em declarações à agência Lusa, uma das proponentes do manifesto, a investigadora Mónica Bettencourt-Dias, que dirige o Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), justificou a ronda de encontros com os partidos políticos com a necessidade de a ciência constar nos seus programas eleitorais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt