Actualidade

Trabalho de artistas africanos em destaque em duas exposições em Lisboa

16 | 05 | 2019   09.18H

O trabalho de artistas de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe estão em destaque, a partir de hoje, em duas exposições patentes no espaço NOT A MUSEUM, em Lisboa, no âmbito da ARCOlisboa 2019.

"África Diversidade Comum", com curadoria de Manuel Dias dos Santos, junta obras de quase trinta artistas de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, e "Fronteiras Invisíveis" é uma exposição individual do artista luso-angolano Francisco Vidal.

A exposição coletiva pretende, "acima de tudo, conjugar trabalhos de artistas de gerações diferentes", explicou o curador da mostra, Manuel Dias dos Santos, em declarações à agência Lusa, referindo que "África Diversidade Comum" integra artistas nascidos nas décadas de 1940, 50, 60, 70 e 80.

Destak/Lusa | destak@destak.pt